III

Uma série e um filme. A série (1.º episódio): “A very british scandal” retrata as aventuras e desventuras da Duquesa de Argyll e apresenta-a como uma mulher maldosa, vingativa, insaciável nos seus apetites. O filme: “Jane Eyre” segue a vida dura de uma precetora, Jane, desde o quase abandono familiar ao seu envolvimento com um rico proprietário.

Ambos os programas me entretiveram. Continuarei a ver a série. Ao meu espírito, contudo, veio o pensamento sobre estas duas mulheres. Uma, ardilosa, “social climber”, implacável. A outra, lutadora, “com espinha”, que não vergou diante das dificuldades da vida, antes se erigiu a partir delas.

Fazem-me falta mais séries ou filmes (que os há, sei-o) que, sem serem “cheesy”, nos mostrem personagens especiais, raras, lutadoras, com carácter e me ajudem a viver com um pouco mais de beleza e força. A vida já não é fácil. A arte deve ter como função elevar o espírito, dar-nos luz, força e orientação para o caminho. Tenho pena que uma porção apreciável daquilo que é oferecido não cumpra esse desiderato.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s