É dando que se recebe

Partilhei este texto com o maravilhoso projeto “Amigos do Convento”:

https://www.facebook.com/amigosdoconvento/

https://www.instagram.com/amigosdoconvento/

“É dando que se recebe”, diz o Santo. Conhecemos a frase, repetimos a frase. Já no livro dos Atos dos Apóstolos é dito: “Há mais alegria em dar que em receber”.
Receio que o alcance, a profundidade e as consequências desta frase possam andar obscurecidos: diremos que é um pensamento piedoso e apelativo mas “açucarado”.
Talvez valha a pena perguntar: o que é, verdadeiramente, “dar” e o que é “receber”? É que, nas contas do humano raciocinar, dar é simplesmente ficar com menos e receber é ficar com mais. Não posso dar e, com esse gesto, esperar ao mesmo tempo receber. Creio que o Santo sabia bem qual a mundana lógica do dar e do receber, ele mesmo filho de próspero comerciante. No entanto, nos caminhos em que se foi adentrando, descobriu lógicas novas, uma nova forma de pensar.
É que a frase não pode ser entendida por fora de uma mudança mais profunda no ser humano: não damos a partir da abundância e da segurança, mas damos a partir da indigência. Habitualmente, damos a partir do acessório ou supérfluo, e ainda que recebamos, esse receber é sempre ornamental.
Quando damos a partir da nossa condição de indigência, o que recebemos supre essa mesma indigência, de alguma forma subtrai-nos a essa condição. E quando recebemos, não o fazemos a partir do excesso, mas a partir da míngua.
No cerne da circularidade entre “dar” e “receber” não está a moral, a má consciência ou a heteronomia (faço porque algo ou alguém mo manda). Bem no centro está a alegria. A alegria, tão arredada da vida cristã, mas não na vida do Santo, é o fruto, a recompensa, o lenitivo para viver. O dom explode na alegria e a alegria transparece no rosto, nos olhos daquele que dá. A alegria é inebriante, lançando-nos no que de mais belo e refrescante tem o mistério do Reino de Deus: a profusão do dom gratuito e imerecido. Abre as mãos: no teu regaço será colocada medida abundante, a transbordar.

https://www.instagram.com/ohospedeignorado/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s