Vota Birgitte!

A série que vi primeiro foi “House of Cards“. Kevin Spacey protagoniza a figura de um político norte-americano sem escrúpulos que não descansa enquanto não se torna Presidente dos Estados Unidos da América. Eu adorava a ousadia narrativa em que, a meio do episódio, Frank Underwood olhava diretamente a câmara e falava com o telespectador. Que grande lata: sai da narrativa e conversa com o espectador, tornando-o cúmplice e quase simpatizante das suas diabruras. No final do episódio, ele e a mulher juntam-se à noite à janela partilhando um cigarro – uma cena cheia de glamour de um casal que optou por não ter filhos por causa das suas carreiras profissionais. A série parece desenrolar-se num ambiente claustrofóbico: a narrativa vive das intrigas palacianas como se se vivesse numa realidade paralela. Mesmo assim, eu não deixava de ter simpatia e fascínio por Frank Underwood, pela sua argúcia e elegância amoral (se é que é possível).
Anos mais tarde, topei com outra série, esta dinamarquesa: é também sobre política, sobre a luta pelo poder: chama-se “Borgen“. A protagonista, Birgitte Nyborg, é mãe de dois filhos, vive num apartamento comum, cuida da lida da casa e governa a Dinamarca. No final da terceira temporada, fiquei com um sentimento raro ao ver uma série: amizade com os personagens, como se eles se fossem tornando progressivamente familiares e próximos. Em “Borgen” há também os jogos próprios da luta pelo poder e jogos de compromissos, mas Birgitte traça linhas vermelhas que nunca ultrapassa, ao passo que Underwood não tem qualquer linha vermelha senão apenas a sua sede de poder.
Estas duas séries fizeram-me pensar que, ao contrário daquilo que muitas vezes dizemos, não é tudo igual na política nem que os políticos “são todos os mesmos”. Por mais que a política esteja desacreditada, continua a haver pessoas, grupos, projetos políticos que procuram servir o bem comum. Não estamos condenados ao cinismo, à “realpolitik” ou a resignarmo-nos ao que de pior possa ter a natureza humana.
No próximo dia 24 de janeiro vota Birgitte Nyborg!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s