Atrás de uma montanha…

Atrás de uma montanha vem sempre outra montanha”, ouvi eu a uma pessoa numa conferência. Fiquei a pensar nessa frase quando a ouvi e muitas vezes, mais tarde, depois desse dia. Há frases ou discursos que me enchem a alma, que me estimulam intelectualmente e isso é bom e revigorante. Gosto de tudo o que me faz pensar, acima das preocupações e da “gestão do quotidiano”. Para além disso, existem também frases, textos ou discursos que abrem ou rasgam um caminho no meu sistema de valores e que alteram o lugar a partir de onde a minha vida é pensada e vivida.
A frase que citei acima pertence a essa categoria. Que quereria ela dizer, pensei. A pessoa que a tinha dito, referia-se ao seu trabalho como empresária e empreendedora – não se pode parar nunca, há sempre novos desafios a viver e novas dificuldades a enfrentar.
Com o passar do tempo, esta frase volta uma e outra vez ao meu pensamento… nunca posso dizer que estou definitivamente sossegado ou seguro ou em descanso ou em paz. Desejo o fim de semana e logo chega segunda feira. Resolvo um problema, fico tranquilo, mas que sei se não espreita um novo desafio? Ah, finalmente as férias! Mas que sei do que se vai passar nas férias? E lá virá setembro, de novo. Em suma, “tudo chega e tudo passa”, conforme gosto de dizer em toada melancólico-filosófica…
Os budistas aconselham a prática do desapego e a libertação do desejo. Os cristãos atiram que “não temos aqui morada permanente, mas buscamos a futura”. Já não será pouco desmascarar a ilusão do definitivo porto seguro aqui debaixo do sol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s